Moldura-MyQuiro-2 model 2.png

ÚLTIMO POST

  • Inajara Maciel

Dores no joelho: quiropraxia pode auxiliar na reabilitação

Metodologia não invasiva é capaz de aliviar as dores e até evitar casos cirúrgicos

Imagem: Freepik/wayhomestudio

Queixa frequente nos consultórios, a dor nos joelhos acomete mais da metade da população: pesquisas apontam que cerca de 60% dos brasileiros sentem dores nas articulações das pernas.

A causa das dores pode ser variada, o que inclui os fatores genéticos ou fisiológicos, as fraturas e as lesões, as inflamações por atividades repetitivas, o sobrepeso, a degeneração da articulação (a famosa artrose) e até o uso de calçados de forma errada.

Pessoas que sentem muitas dores no joelho costumam procurar um ortopedista que, em alguns casos, recomenda a cirurgia para a retomada das atividades, sem falar nas inúmeras medicações receitadas, como as conhecidas injeções locais.

Mas, em muitas das situações, o tratamento pode ser realizado de forma alternativa, de maneira não invasiva e com resultados duradouros, como com a quiropraxia.

Quiropraxia no tratamento dos joelhos

Em primeiro lugar, é necessário identificar a causa e, principalmente, a origem do problema. “Muitas das dores que sentimos não estão localizadas no ponto originário da lesão”, afirma Inajara Maciel, quiropraxista em Curitiba.

A análise da dor é feita de forma que se observe o corpo como um todo. É questionado o estilo de vida do paciente e as atividades realizadas para se compreender a real razão da dor. Uma avaliação do joelho também se faz necessária, para identificar o ponto focal do problema.

“Algumas vezes sentimos dores nos joelhos, mas a causa dessa dor é devido a um desalinhamento do quadril, por exemplo. Esse tipo de relação corporal muitas vezes não é diagnosticada por um médico”, comenta Inajara.

Degeneração não tem cura, mas pode ser postergada

Uma das dores mais recorrentes é a proveniente de artrose nos joelhos, isto é, o desgaste das articulações. Sua consequência é a limitação dos movimentos, além das dores e dos incômodos. O diagnóstico é feito por meio de exame de imagem, que deve ser levado à consulta com o quiropraxista.

“O tratamento da artrose é efeito por meio de ajustes que proporcionem um alívio das dores, a melhora da amplitude dos movimentos e o fortalecimento da região. Infelizmente, é uma das enfermidades sem cura, mas com os ajustes é possível garantir boa qualidade de vida”, salienta a profissional.

Realizar atividades físicas de baixo impacto e fazer compressas quando há muitas dores são outras medidas que devem ser adotadas para que a região se mantenha ativa e preservada.


Tem dores de joelho e quer tratar de forma não invasiva e medicamentosa? Entre em contato e agende uma avaliação.

181 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo