Moldura-MyQuiro-2 model 2.png

ÚLTIMO POST

  • Inajara Maciel

Quiropraxia na gravidez

Prática minimiza a sensação de dores na lombar e auxilia no preparo para a hora do parto; Conheça os benefícios da quiropraxia durante a gestação

A gravidez é um momento mágico para toda mulher, mas, ao mesmo tempo, a transformação no corpo gera muitas dúvidas.

Com o aumento de peso e a mudança do centro de gravidade corporal, é normal sentir desconforto postural, incômodos e dores, principalmente na região das costas, sobretudo com a intensificação da curvatura da coluna vertebral.

Por isso, surge uma dúvida comum: será que mulheres grávidas podem se tratar com a quiropraxia? A resposta é: não só podem, como devem.

“Como a quiropraxia não utiliza medicação ou métodos invasivos, ela é indicada durante a gravidez, pois trata os incômodos sentidos pela mãe sem prejudicar o bebê”, analisa Inajara Maciel, quiropraxista em Curitiba, com atendimento no bairro Vila Izabel.

Benefícios da quiropraxia na gravidez

Os ajustes periódicos trazem inúmeros benefícios para as gestantes, já que trabalha o equilíbrio pélvico, contribuindo para a dilatação no momento do parto, além de controlar o sistema nervoso e emocional.

Dessa forma, a quiropraxia na gravidez alivia as dores e as pressões na coluna e ajuda na preparação para o parto, diminuindo a pressão nas articulações com o alinhamento postural.

“Os ajustes promovem uma sensação de alívio, de relaxamento e de bem-estar, resultando no aumento da mobilidade e mais disposição”, diz Inajara, que realiza o atendimento de gestantes na My Quiro.

Além de preparar o corpo para o momento do parto, a quiropraxia melhora a recuperação pós-parto, trabalha na diminuição do estresse e da ansiedade, auxilia na circulação sanguínea, reduz dores e incômodos, entre outros benefícios.

Muitas das pacientes se tratam ao longo da gestação, fazendo ajustes já no sentido da prevenção das dores, garantindo o bem-estar ao longo de todo o período.

Como são as sessões?

Gravação da Gabriela, em consulta no final do sétimos mês de gestação, cedida pelo papai Túlio Tobias.


Os ajustes acontecem de acordo com o desalinho da coluna, de forma manual, assim como se dão as consultas para os outros pacientes. O movimento rápido promove o estalo e automaticamente o ajuste, proporcionando a sensação de bem-estar.

A barriga não é impeditivo em nenhuma fase da gravidez, mas cada caso é analisado de forma individual, considerando suas especificidades. É importante relatar tudo -- especialmente dores, incômodos e desconfortos -- para que a profissional possa identificar qual o melhor método para aquele período.

Veja mais sobre as sessões de quiropraxia neste post.

Pós-parto

A quiropraxia também é benéfica no pós-parto, pois o peso do bebê nos braços e a posição de amamentação podem resultar em dores nas costas e no pescoço.

Com isso, desalinhar as articulações é muito fácil, e os ajustes promovem o relaxamento e o alinhamento do corpo como um todo.

Inclusive, a quiropraxia é benéfica para o bebê, que está no início da sua formação óssea e precisa de orientação para formar estruturas adequadas, auxiliando também em seu desenvolvimento motor.

Contraindicações

Todos podem fazer a quiropraxia: de recém-nascidos e crianças a idosos. Durante a gravidez, a contraindicação é para antes dos três meses de gestação e para aquelas com alguma restrição ou complicação -- normalmente informada pelo médico obstetra, que acompanha a paciente ao longo deste período.

Evite as sessões, caso você tenha:

- Gravidez de risco;

- Gravidez ectópica;

- Deslocamento de placenta;

- Sangramentos vaginais.

“A quiropraxia na gravidez é boa para a mãe e para o bebê, que pode se consultar com a profissional assim que nascer”, diz Inajara.

Está grávida e gostaria de um acompanhamento de quiropraxia para eliminar as dores nas costas e os incômodos posturais, além de trazer benefícios futuros para seu bebê? Agende um horário na My Quiro, na Vila Izabel, em Curitiba.




18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo